Demora na liberação de notas gera transtornos no posto de Vilhena, RO

19/09/2012 18h43 – Atualizado em 20/09/2012 11h23 (Na página G1/RO)

A lentidão no processo de liberação das notas fiscais no Posto Fiscal Wilson Souto, em Vilhena, RO, tem gerado transtornos para os motoristas que precisam do documento para seguir viagem. O procedimento que costumava levar em torno de duas a três horas para ser feito está chegando, em alguns casos, a até 48 horas.

O motivo da desordem seria, de acordo com a chefe do posto fiscal Erimar Lima, uma junção de dois fatores: a greve dos técnicos tributários, iniciada no começo do mês, e os problemas de conexão da internet.

“Nosso sistema está lento, a operadora que fornece o serviço de internet não vem funcionando como deveria nos últimos dias e ainda temos a greve dos técnicos tributários que influencia no trabalho de toda a equipe”, justifica.

Além na demora na emissão das notas, os caminhoneiros que são obrigados a permanecer no posto enfrentam as más condições de higiene do local provocadas pela ausência do serviço de limpeza, cujo contrato da empresa terceirizada expirou há dois meses.

“Passa por aqui diariamente cerca de 600 caminhoneiros e sem a limpeza constante o lixo é inevitável. Como estamos sem equipe de limpeza às vezes é passada uma vassoura, mas nada aprofundado”, admite Erimar.

Por reclamar do atraso na emissão da nota e dos problemas de higiene do posto, o caminhoneiro Nivaldo Uituke chegou a ser algemado no local sob a alegação de desacato à autoridade.

“Eu só queria uma resposta deles porque eu já estava esperando há 48 horas, não desacatei ninguém e me deixaram algemado na grade, próximo ao lixo. Isso aqui está uma bagunça e a cada dia piora”, relembra.

Por terem que permanecer por até três dias no local, o acúmulo de caminhões no pátio é outro problema. Os veículos encontram dificuldade para realizar as manobras dentro do posto. O resultado já resultou na queda de pelo menos três postes internos.

“A gente tem que prestar muita atenção para não bater em outros veículos ou derrubar os postos, como já aconteceu, mas não é fácil”, diz o motorista Osniel de Paula.

 Veja video com a reportagem G1/RO:

http://g1.globo.com/ro/rondonia/bom-dia-amazonia/videos/t/edicoes/v/demora-na-emissao-de-notas-gera-transtornos-no-posto-de-vilhena-ro/2148473/

Publicado em Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.