Impostômetro registra marca de R$ 1,1 trilhão nesta quinta-feira

Com 20 dias de antecedência em relação ao ano passado, o Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) registrou na madrugada desta quinta-feira (4), o valor de R$ 1,1 trilhão.

O montante equivale a todos os impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros para a União, os estados e os municípios neste ano. Em 2013, a marca foi alcançada somente no dia 24 de setembro.

Segundo o presidente da instituição, Rogério Amato, não há mais espaço para aumento da carga tributária. “O próximo governo terá que fazer ajuste nas finanças públicas e, paralelamente, procurar o setor privado para viabilizar concessões e parcerias e, assim, atacar os gargalos que oneram o setor produtivo e os cidadãos”, afirma.

Altos impostos nos gastos mensais
Os gastos mensais fixos dos brasileiros contêm elevadas cargas tributárias. Nas contas de água, luz e gás, por exemplo, as porcentagens de tributos embutidos nos preços finais são 24,02%, 48,28% e 34,04%, respectivamente.

Veja abaixo o levantamento é do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) sobre a carga tributária dos principais gastos dos consumidores:

 

Gastos                                                Impostos

Gasolina                                              53,03%

Conta de luz                                        48,28%

Serviço de TV por assinatura              46,12%

Conta de telefone                                46,12%

Gás de cozinha                                    34,04%

Transporte coletivo                              33,75%

Refeição em restaurante                      32,31%

Mensalidade do clube                          26,86%

Academia                                             26,86%

Hotel para animais                               26,86%

Escola particular e curso de inglês      26,32%

Salão de beleza                                   26,32%

Universidade (mensalidade)                26,32%

Conta de água                                     24,02%

Jornal                                                  14,09%

 

Fonte IBPT

Publicado em Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.