GREVE – Paralisação dos Técnicos Tributários prejudica atendimento ao público na SEFIN

Paralisado há mais de cem dias, o serviço desempenhado pelos técnicos tributários do estado de Rondônia lotados na SEFIN/RO (Secretária de Finanças de Rondônia) já causa prejuízos aos usuários do serviço que diariamente procuram a unidade da SEFIN localizada na avenida Jorge Teixeira em Porto Velho.

De acordo com o técnico tributário, Emílio Albuquerque, serviços que antes da paralisação eram resolvidos de forma prática, agora levam de quarenta minutos à uma hora de espera na fila de atendimento da unidade pública.

“Nós, técnicos tributários, realizamos a frente de trabalho diária nos postos de atendimento da SEFIN, apenas estamos reivindicando nossos direitos que foram acordados com o governador do estado”, afirmou Emilio Albuquerque.

Na unidade da SEFIN da avenida Jorge Teixeira são realizados serviços de emissão de IPVA, notas avulsas ao contribuinte que leva a mercadoria para fora do estado, entre vários serviços de atendimento direto ao contribuinte.

Apenas 30% dos duzentos técnicos tributários da SEFIN/RO estão em seus postos de trabalho, isso apenas para cumprir a lei que obrigada esse percentual de servidores.

Entre as principais reivindicações dos grevistas estão o cumprimento do acordo firmado pelo governador Confúcio Moura no meio do ano com a categoria, além do fim dos desvios de funções da classe.

Informações de bastidores afirmam que o secretário da SEFIN, Benedito Antônio Alves, estaria fazendo uma política de um peso e duas medidas entre o tratamento concedido aos técnicos tributários e os auditores ficais da secretaria. Confira no link abaixo:

http://www.rondoniaovivo.com/noticias/governo-servidores-afirmam-que-secretario-da-sefin-tem-dois-pesos-e-duas-medidas/95960

OBS: A presente matéria pode ser acessada por meio do link abaixo:

http://www.rondoniaovivo.com/noticias/greve-paralisacao-dos-tecnicos-tributarios-prejudica-atendimento-ao-publico-na-sefin-video/95968#.UMjvy6xWK_I

 

Publicado em Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.