FILIADOS DO SINTEC INICIAM GREVE E ADESÃO É MACIÇA, MOVIMENTO SEGUE FIRME E FORTE

Matéria Atualizada: 06/09/2012 – 22:43 h.

O dia 05/09/2012 entrará para a história da categoria como sendo a primeira vez que Técnicos Tributários e Auxiliares de Serviços Fiscais deflagraram uma greve sozinhos, sem a participação dos Auditores Fiscais.

Determinados a atingir o objetivo e revoltados com o tratamento dispensado pelo Governo de Rondônia à categoria, os filiados aderiram maciçamente ao movimento grevista, observando a manutenção de 30% do efetivo trabalhando em respeito à lei de greve, os quais estão plenamente conscientes da importância de participar e reivindicar o que é justo e que infelizmente represententes do Governo insiste em não honrar, que é o compromisso assumido com a categoria por parte do Secretário de Finanças e chefe da Casa Civil.

Sendo assim, o movimento segue firme e forte, pelo tempo necessário para que o Governo se sensibilize quanto à necessidade de honrar o compromisso com a categoria, pois acordos existem para serem cumpridos, revoltando sempre quando não o são. Os filiados do SINTEC entendem que esse descaso e desvalorização não devem continuar e justiça seja feita com os servidores, pois muitas outras categorias já tiveram suas reivindicações atendidas, mesmo que parcialmente.

O movimento tem recebido apoio de muitos colegas auditores fiscais, demonstra que a maioria não concorda com as injustiças que se tem feitos com os colegas Técnicos Tributários e Auxiliares de Serviços Fiscais.

A recusa do governo em não encaminhar o projeto que concederia 300 pontos no adicional de produtividades dessas categorias, teve um lado positivo que é a união da classe, e nos últimos dias vários colegas se filiaram a agremiação e participam ativamente no movimento paredista que deve se intensificar nos próximos dias, pois entendem que a classe precisa ser respeitada e valorizada, mesmo que uns poucos auditores insistem em não querer.
 

Publicado em Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.